quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Coquetel Poético

Para degustar um pouco de mim aqui:

no Coquetel Poético.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Investigo as vértebras da noite. Entre as fendas do tempo como escorpião espreito de soslaio a vida transitando pela casa. Pelas ruas. Corp...